Swan Salmon Skirt for Mother - Mary Tale

Qual é o teu desejo?

Colares Japamala

O colar que concede desejos

Porque acreditamos que os sonhos são para se concretizar, em todas as nossas coleções lançamos um colar ou pulseira japamala com cores e pedras diversas, diferentes dentro da sua temática.
Este colar ou pulseira oferece-nos imensas vantagens que passamos em baixo a partilhar!

O Japamala , também conhecido como colar dos desejos, transporta consigo uma crença ancestral de que com um ritual de fé e amor ele nos pode ajudar a alcançar o que desejamos.
No seu nome está a explicação da sua simbologia e da forma como os devemos usar.

Significado do nome
Assim, “Japa” é uma palavra que significa “murmurar, sussurrar”.

E “Japa” é a prática feita pelos yogis na repetição em tom de murmúrio de mantras, de passagens das escrituras, ou do nome de uma divindade.

A repetição destes mantras, o “Japa”, é uma corrente como cordão de energia que se cria em volta do que desejamos.

Mala é uma palavra de vários significados em sânscrito, porém neste caso, ela quer dizer, apenas, “cordão de contas”.

Temos então duas correntes, uma espiritual, “Japa” e outra material, “Mala”. Assim, as energias espirituais invocadas “Japa”, energizam o “Mala”. Geralmente, o “mala”, utilizado para o “japa”, “murmurar”, contém 108 contas. Um Mala pode conter contas que também formam divisões de 108, de forma a que modo que o mesmo cálculo possa ser mantido.

BSeguindo esta matemática espiritual, na Mary tale disponibilizamos os nossos japamalas em 3 medidas com os números de contas adequadas para a criação desta corrente de pensamento positivo.

E temos medidas mais adequadas para as mães e para os seus filhotes.

Chegar ao “Meru”, a conta central do mala, mostra que concluímos o nosso “japa” o número de vezes proposto pelo número de contas.

Há então quem acredite que, ao entoarmos várias vezes mantras, estamos a desenvolver é uma forma de meditação. Assim a mente foca-se no conteúdo do mantra e os pensamentos tornam-se positivos e poderosos, podemos podendo ainda conjugar isto com uma respiração que deve ser lenta e profunda.

Como devemos usar um colar japamala?

Muito simples!

Seguramos o nosso cordão de contas, o Japamala na mão direita e, deixamos que ele escorregue sobre o dedo do meio.
Por sua vez, o dedo indicador não deve tocar as contas, ficando estendido durante todo o período da entoação dos mantras, o “japa”.

Depois devemos usar o nosso “mero” como nosso guia.

Começamos sempre pela conta seguinte à grande conta, o “Mmeru”, que significa “montanha”, e não deve ser contado, nem tocado pelo dedo do polegar, o Meru é apenas o ponto inicial e final da contagem das contas.

Puxamos as contas do Mala sempre na nossa direção, uma a uma, entre o dedo polegar e o dedo do meio, usando seuutilizando o nosso polegar para “contar” e puxar cada conta, puxando levemente, enquanto recitamos o mantra escolhido, e movendo para a próxima conta, até completarmos a série de contas do mala.

É importante neste processo mantermos a mente firme focando a atenção na respiração, nas contas e no mantra escolhido.

Os Japamalas são também muito úteis para aliviar a tensão, a ansiedade e o medo.

Levam-nos também a atingir níveis mais altos de consciência e realização espiritual.

A utilização de Japamalas aumenta a felicidade e a capacidade de meditação.

E agora que já sabem todas as vantagens deste colar tão especial, espreitem os nossos colares e pulseiras e inspirem-se a conseguir os vossos desejos!


Deixe os seus comentários aqui